Primeiro dia de toque de recolher tem rondas e autofalante pelos bairros; veja vídeo

O primeiro dia de toque de recolher em Dourados teve rondas da Guarda Municipal e anúncio através de autofalantes por ruas e avenidas da cidade [veja vídeo abaixo]. Pelas vias, eram anunciadas medidas preventivas ao coronavírus, que já matou mais de 30 pessoas no Brasil, porém, sem casos confirmados no município. 

Publicado em
Primeiro dia de toque de recolher tem rondas e autofalante pelos bairros; veja vídeo

 

Medidas de orientação também foram realizadas às pessoas transitando fora do horário permitido, entre 22h e 5h. 

Ontem, em entrevista coletiva, o assessor especial de gabinete da prefeitura de Dourados, Alexandre Mantovani, disse que a orientação é válida para a circulação sem motivos e que possam levar a aglomerações. 

Para quem necessita de ações urgentes, não há motivos para preocupação. 

“Haverá fiscalização do comércio e populares [nas ruas]. Gostaria de chamar atenção aqui que as abordagens são para checagem. A busca nesse momento é de conscientização e orientação. Aquelas pessoas que precisarem ir à farmácia nesses horários, poderão. O esposo levando gestante ao hospital, por exemplo. O advogado que estará saindo para atender o cliente...”, disse, completando logo depois. “Se alguém for abordado, calma, paciência. O trabalho não é para amputar nada. É só explicar a situação e o motivo de estar nas ruas”, relatou. 

TOQUE DE RECOLHER

De acordo com o decreto da prefeita Délia Razuk (PTB) publicado ontem (23/3) no Diário Oficial do Município, o toque de recolher será por tempo indeterminado e ocorre entre 22h e 5h. Nesse período é proibida a circulação de pessoas nas ruas. 

Órgãos de segurança, chefes dos poderes Executivos, Legislativo e Judiciário, vigias noturnos, trabalhadores em sistema de delivery, profissionais na área da saúde e circulação para acesso quando necessário a serviços essenciais e sua prestação, são exceções.

O não cumprimento das medidas pode implicar na pena de cassação do alvará de licença e funcionamento do empreendimento infrator, além das penalidades cíveis e penais cabíveis

https://youtu.be/O3ovMC2fQcM

Fonte: DouradosNews

Deixe um comentário